Business

Prévia do PIB e dados de serviços no Brasil, ata do Fomc nos EUA: o que acompanhar nesta semana

(Getty Images)

SÃO PAULO – Os próximos dias serão de uma semana mais curta por conta do feriado de 12 de outubro, que manterá a B3 fechada na terça-feira; porém, contará com importantes indicadores para a economia brasileira.

Após dados fracos da indústria e do varejo na última semana, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgará o quantity de serviços de agosto na quinta-feira (14).

No dia seguinte (15), o Banco Central divulga a chamada préby way of mensal para o Produto Interno Bruto (PIB), também de agosto, ou o IBC-Br.

“Esperamos que o quantity do setor de serviços tenha alta de 0,6% em relação ao mês anterior, com aumento de 7,6% na base mensal no componente de serviços oferecidos às famílias. Para o índice de atividade econômica do BC, esperamos um declínio de 0,3% em relação ao mês anterior. Na margem, a normalização do setor de serviços tem sido o único impulsionador do crescimento do Brasil”, aponta o Itaú.

Já o Bradesco ressalta que novas surpresas baixistas podem confirmar a leitura de um terceiro trimestre mais fraco do que o esperado, embora ainda em alta em relação ao segundo trimestre.

Do lado da inflação, o IGP-10 de outubro será divulgado na sexta-feira. O Itaú projeta queda de 0,27% no mês, levando a taxa anual para 22,59% (de 26,84% em setembro). “O principal fator ainda deve ser a deflação do minério de ferro, bem como algum alívio dos preços agrícolas, impulsionados principalmente pelo milho, soja e derivados. Por outro lado, os preços ao consumidor devem seguir pressionados, principalmente por maiores tarifas de energia elétrica e combustíveis”, aponta o Itaú.

No entrance político, os economistas apontam que o feriado nacional de terça deve desacelerar as atividades na semana em Brasília. No entanto, após o deputado federal Hugo Motta (Republicanos-PB) ter protocolado na quinta parecer à Proposta de Emenda à Constituição dos Precatórios (PEC 23/2021), as focus onões sobre essa frente permanecerão em destaque.

Além disso, as focus onões relacionadas à reforma tributária no Senado também devem ser acompanhadas de perto, aponta o Itaú, que também acredita que o Congresso provavelmente continuará os debates sobre projetos que visam reduzir os preços dos combustíveis. Em explicit, uma redução dos impostos regionais de ICMS sobre combustíveis está sendo considerada na Câmara dos Deputados.

Já no exterior, as atenções estarão voltadas para a divulgação dos dados de inflação de setembro nos Estados Unidos e na China na quarta.

“Enquanto o ritmo de avanço dos preços segue contido na economia chinesa, nos EUA a inflação ao consumidor deve continuar acima dos 5% nos últimos 12 meses”, aponta o Bradesco. Ainda nos EUA, também serão conhecidos os dados de vendas no varejo referentes a setembro na quinta-feira.

Antes disso, na quarta-feira, será divulgada a ata da reunião do Fomc (Federal Open Market Committee) de setembro.

“Esperamos que a ata mostre que as autoridades estavam prontas para anunciar a redução gradual dos estímulos com compra de títulos (o chamado tapering) em novembro. As focus onões de inflação devem continuar centradas nos riscos de alta, uma vez que as projeções para a inflação foram elevadas”, aponta o Credit.

Analista da Clear apresenta plano detalhado para começar a construir uma renda diária utilizando a Bolsa de Valores. Inscreva-se grátis.

Related Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Back to top button